Nubank testa cartão de crédito sem modalidade rotativa

De acordo com Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, desde o início do mês de outubro o banco digital vem fazendo testes que visam acabar com a modalidade de cartão de crédito rotativo para transformá-la em cartão de crédito parcelado com juros menores.

A intenção principal é ajudar os usuários. “Percebemos que muitos clientes entram no crédito rotativo sem nem se dar conta. Ao cair no parcelado, a expectativa é que ele perceba o custo do crédito”, explicou Junqueira. A ideia é transferir automaticamente os usuários que não conseguirem pagar a fatura em dia para um crédito parcelado em até 12 vezes, o que deve levar a uma redução dos juros de 13% para 6% ou 7% ao mês.

Por ora, foram incluídos na fase de testes da transição 150 mil clientes. O período de adaptação à transição deve terminar no primeiro trimestre de 2021.

Vale lembrar que, desde 2017, o Banco Central do Brasil (BC) limita a modalidade rotativa do cartão de crédito a um período de 30 dias. Essa foi a saída que a instituição encontrou para impedir que o consumidor caia em uma dívida a qual não será capaz de pagar posteriormente. Após os 30 dias, o saldo devedor é parcelado automaticamente.

Fonte: Olhar Digital

Postado em 5 de outubro de 2020