Nvidia DLSS chega a ‘Marvel Avengers’ e ‘Wolfenstein: Youngblood’

Mais dois jogos ganharam suporte à nova tecnologia DLSS, da Nvidia. Enquanto o patch mais recente de “Marvel Avengers” fez com que o game passasse a ser compatível com o DLSS 2.0, “Wolfenstein: Youngblood” ganhou uma nova atualização, possibilitando a ativação do modo DLSS Ultra Performance para rodar o título em 8K com a GeForce RTX 3090.

Mais dois jogos ganharam suporte à nova tecnologia DLSS, da Nvidia. Enquanto o patch mais recente de “Marvel Avengers” fez com que o game passasse a ser compatível com o DLSS 2.0, “Wolfenstein: Youngblood” ganhou uma nova atualização, possibilitando a ativação do modo DLSS Ultra Performance para rodar o título em 8K com a GeForce RTX 3090.

A atualização com o suporte ao DLSS 2.0 do “Marvel Avengers” deve trazer gráficos melhores ao game. Isso porque a tecnologia da Nvidia baseia-se em uma nova rede neural de deep learning que aumenta a taxa de atualização de frames enquanto proporciona imagens mais nítidas aos jogos.

Já em “Wolfenstein: Youngblood”, além das melhorias visuais devido ao modelo de super resolução AI do DLSS Ultra Performance, o game também recebeu otimizações adicionais que aproveitam os recursos aprimorados de computação assíncrona da GeForce RTX 30 Series.

Com o anúncio do patch, “Wolfenstein: Youngblood” entra na lista de jogos com suporte ao modo DLSS Ultra Performance para 8K, que também inclui títulos como “Control”, “Death Stranding”, “Justice”, “Marvel Avengers” e “Minecraft com RTX Beta” para Windows 10.

Em breve, outros games como “Boundary”, “Bright Memory: Infinite”, “Ready or Not”, “Scavengers” e “Watch Dogs: Legion” devem receber atualizações para suportar o modo DSLL 8K da Nvidia.

O suporte às DLSS está disponível desde o dia 14 de outubro, sendo necessárias as últimas atualizações dos games e a versão mais recente do Nvidia Game Ready Driver.

Diferenciais do DLSS
Usando AI Tensor Core dedicados em placas de vídeo GeForce RTX, o Deep Learning Super Sampling (DLSS), da Nvidia, oferece melhor desempenho, impulsionando as taxas de frames e oferecendo o espaço necessário para aumentar as configurações e a resolução dos gráficos para até 8K.

Ou seja, além do visual e detalhes do jogo ficarem bem mais nítidos, a tecnologia promove um aumento de desempenho considerável durante a gameplay.

Ademais, a versão 2.0 do DLSS oferece uma rede de AI generalizada que funciona em diversos games, permitindo integrações de jogos de maneira mais rápida.

Não à toa, a tecnologia é encarada como uma grande revolução gráfica para games de PC e deve ser incorporada aos próximos jogos da plataforma.

Fonte: Olhar Digital

Postado em 26 de outubro de 2020

Receba Novidades