Após banimento de membros da LOUD, Playhard diz não mais competir com BlackBox

Bruno Playhard, fundador da LOUD, se pronunciou através das redes sociais após o banimento de jogadores da LOUD por “modificações de registro” e afirmou que a LOUD não irá mais participar das próximas NFAs, assim como de torneios que utilizam a BlackBox.

Playhard ainda continuou e deixou claro que a “NOISE”, nome dado a equipe de emuladores da LOUD, ainda não acabou e que terá novidades em breve!

“Depois de analisarmos essa acusação recente decidimos não competir mais nas próximas NFAs e em outros torneios com blackbox. Falta muita visibilidade no processo usado e o que recebemos não foi suficiente para a gente duvidar do Jordan, que negou tudo. Jordan sempre foi um dos melhores do jogo, com e sem blackbox, seria no minimo idiota ele usar algo propositalmente em um campeonato grande. Isso n significa que a NOISE acabou, pelo contrário, teremos mais tempo para dar aos fans oq eles realmente querem ver. Novidades em breve”
Os assuntos JORDAN e JJ LENDA são os termos mais comentados no twitter na noite desta terça feira (10/11).

Sobre a BlackBox
A BlackBox é um sistema para computador, não oficial da Garena, utilizado por jogadores de vários jogos, a exemplo do CS:GO, Valorant e Free Fire, o objetivo é detectar hacks e trapaças nos computadores onde estão instalados, aumentando a segurança dos torneios.

Blackbox é o principal programa utilizado em torneios de emuladores do Free Fire, como é o caso da NFA.

Fonte: Free Fire Mania

Postado em 11 de novembro de 2020