Mais da metade dos gamers brasileiros ainda não sabem o que é NFT

Uma nova pesquisa da Nimo TV, plataforma de streaming focada em games, mostra que 56% dos gamers do país ainda não entendem de forma clara o conceito de NFT. Os NFTs são, resumidamente, tokens não fungíveis e criptográficos que representam algo único, que não pode ser propriedade de outra pessoa, a não ser do dono que criou ou pagou por ele. Além de conteúdos como arte, música e outras experiências, um conteúdo que está crescendo neste meio são jogos NFT. Eles têm se tornado cada vez mais populares ao redor do mundo graças ao interesse por gerar renda de uma forma bem diferenciada e divertida: jogando.

Para se ter dimensão do tamanho da popularidade desses games, de acordo com um levantamento da NewZoo, 67% dos jogadores no mundo estão interessados em assistir a um desfile de moda, no metaverso, para conhecerem marcas ou cosméticos da vida real, o que impulsiona ainda mais a criação de NFTs. O setor gerou mais de US$ 23 bilhões em negociações no ano passado, segundo a DappRadar, startup que levanta dados sobre atividades em plataformas blockchain.

No Brasil, no entanto, o levamento da Nimo TV indica que 91% dos jogadores do país nunca compraram uma NFT, enquanto apenas 18% jogam esse tipo de game. “É algo ainda em ascensão no Brasil, isso é fato. Mas considerando as tendências no mundo todo, vemos um potencial gigante para o aumento do acesso e interesse em jogos NFT”, afirma Rodrigo Russano Dias, Head de PR e Social Media da Nimo TV no país. “Na Nimo TV, já temos streamers que transmitem esse tipo de jogo e que já possuem sua audiência consolidada. Na plataforma, cremos que seja questão de tempo para que um ‘boom’ seja observado no Brasil nesse sentido”, conclui Dias.

Recrutamento de jogadores de NFT

Ponderando todos os dados do mercado de jogos NFTs, a Nimo TV passou a comtemplar, desde janeiro de 2022, jogadores de games dessa modalidade em seu recrutamento. O objetivo é fomentar a prática de jogos NFTs no país, e ainda incentivar os gamers e streamers que já trabalham com transmissões dessa natureza.

No recrutamento, o streamer precisa bater as seguintes metas: mínimo de dias efetivos, mínimo de horas transmitidas e ainda atingir um mínimo de horas assistidas. Se ao final do processo ele se encaixar no top 10, receberá recompensas. Além de dinheiro, ele também poderá ganhar 100 gemas (que depois são convertidas em valor monetário), mais alert box, que é uma feature da Nimo TV disponível apenas para contratados.

Marcas entram no universo NFT

A Puma é a marca mais recente a comprar uma URL descentralizada no blockchain e a lançar seu próprio token não-fungível (NFT, que contêm arte digital). A gigante alemã de roupas esportivas alterou seu domínio no Twitter para Puma.eth e também se registrou no Ethereum Name Service (ENS). A conta ENS permite receber qualquer criptomoeda, token ou ativo baseado em blockchain visando à comercialização dos NFTs. Segundo a página da Puma no OpenSea, a empresa investiu em diversas coleções de NFTs, como o Cool Cats, Lazy Lions, Gutter Cat Gang e CatBlox.

Outras grandes marcas também têm investido em NFTs e nos domínios ‘.eth”, como a cerveja Budweiser, da Anheuser-Busch InBev (Beer.eth”). A Nike também adquiriu sua marca virtual, assim como a Adidas. Juntam-se ao grupo de empresas buscando esse tipo de inovação as brasileiras as brasileiras Pantys, de calcinhas absorventes, e Alpargatas, dona da Havaianas.

Mundo do Marketing

Postado em 13 de março de 2022